Guia de Lingerie

Guia de Lingeries

Guia de Lingerie

Os lingeries como conhecemos hoje, surgem no século XIX, como uma forma de modificar as peças do vestuário íntimo das mulheres e trazer o conforto que os espartilhos, usados na época, não proporcionavam, já que eram confeccionados com uma estrutura pouco maleável que dificultavam a movimentação da mulher e causavam até problemas de saúde, como a dificuldade de respiração.

Aos poucos, no fim do século XIX, os espartilhos vão perdendo lugar para o sutiã, que se mostra um item mais confortável e que valorizava o corpo da mulher. A história dos lingeries caminha juto com a história da emancipação feminina, que fez com que as mulheres conquistassem mais espaços na sociedade e, assim, suas roupas íntimas pediam por mais conforto, sem deixar de lado a sensualidade.

Hoje, sutiãs, calcinhas, espartilhos e conjuntos compõem os lingeries disponíveis no mercado, peças que procuram sempre oferecer o maior conforto às mulheres, respeitando os momentos nos quais é preciso se sentir confortável e também se sentir sexy. Muito além do sutiã, calcinhas e conjuntos já conhecidos pelas mulheres, existe uma infinidade de peças íntimas no mercado.

Os espartilhos que foram muito usados pelas mulheres no passado, hoje são usados e trazem a mesma sensualidade, porém são confeccionadas em materiais mais confortáveis e suas estruturas são mais flexíveis, permitindo que a mulher se movimente e se sinta confortável mesmo com o item mais justo ao corpo. Outra peça muito usada é o cropped, uma espécie de sutiã que fica um pouco mais comprido, aderindo ao corpo, como um top. Existe também a cinta liga, que é uma pequena faixa com tiras elásticas que prende as meias 7/8.

Guia de Lingerie
Guia de Lingerie

Sutiãs

O sutiã é uma peça que dá sustentação aos seios e seus diversos modelos podem levantar, dar volume, ou até esconder seios muito grandes. Podem ser feitos em renda, microfibra, algodão e elastano. Existem diversos tipos de sutiãs disponíveis no mercado e cada um deles é específico para um tipo de seio.

  • Guia de Lingerie Sutiã Clássico

    Os modelos clássicos em que a taça é triangular e o centro do sutiã é mais fino, são os que ficam bem em quase todo tipo de seio. O que muda nesses modelos é a presença de aro e de bojo, já que algumas peças podem não contar com esses dois itens;

  • Guia de Lingerie Sutiã Tomara que Caia

    Os sutiãs tomara-que-caia são específicos para o uso com blusas ou vestidos, onde as alças não podem aparecer. Como ele não pode garantir muita sustentação, fica melhor para quem tem seios médios ou pequenos.

  • Guia de Lingerie Sutiã Meia Taça

    O modelo meia-taça é aquele que tem o bojo mais cavado e só cobre ¾ do seio. É ideal para ser usado debaixo de roupas que tenham um decote profundo e em geral possuem aros, que dão sustentação e levantam os seios. Esse modelo é versátil e pode contar com alças removíveis que faz com que ele se assemelhe a um sutiã tomara-que-caia.

  • Guia de Lingerie Sutiã Brallete

    O modelo brallete é semelhante a um top e fica ótimo com peças em renda ou com transparências. É confortável, não possui bojo e nem aro, ficando bem em pessoas com seios pequenos ou médios.

  • Guia de Lingerie Sutiã Nadador

    O modelo nadador tem as alças mais cavadas nas costas e permitem que você use camisetas regatas sem se preocupar se as alças estão aparecendo. Esse tipo de sutiã pode ser usado por todos os tipos de seio já que as alças em Y oferecem uma ótima sustentação ao colo.

  • Guia de Lingerie Sutiã Frente Única

    Os sutiãs frente única são ótimos para serem usados com vestido abertos nas costas. Eles contam com apenas uma tira nas costas e outra no pescoço. Como oferece pouca sustentação, quem tem seios mais volumosos deve escolher os que contam com uma alça mais grossa nas costas.

Guia de Lingerie

Calcinhas

A calcinha é uma peça de roupa íntima que costuma ser usada para proteger a vulva do contato direto com as roupas, como calças, saias e shorts, que dependendo do tecido podem causar mal-estar à essa região da mulher. Esses itens são confeccionados em diferentes tipos de tecido, como algodão, lycra, microfibra e renda, que em geral são bastante maleáveis e confortáveis de usar, além de serem fáceis de higienizar e bastante duráveis. Existem diversos modelos de calcinhas disponíveis no mercado.

  • Guia de Lingerie Calcinha Biquíni

    O modelo biquíni conta com a cintura mais baixa, a parte lateral mais larga e a parte de trás maior, por isso fica bem em quase todos os tipos de corpo.

  • Guia de Lingerie Tanga

    A tanga é um modelo mais sensual que tem as laterais mais fininhas e a parte de trás menor, valorizando o bumbum. Ela fica bem em todo tipo de corpo.

  • Guia de Lingerie Caleçon

    O modelo caleçon tem as laterais mais largas, sua cintura é um pouquinho mais alta e cobre todo o bumbum. É bastante comum ver esse tipo de peça feitas em renda, pois são bastante sexys e ótimas para que tem um pouquinho de culote. Parecidas com esse modelo, são as hot pants, que normalmente são vistas em biquínis. Essas calcinhas cobrem todo o bumbum e têm a cintura ainda mais alta, valorizando as curvas femininas.

  • Guia de Lingerie Calcinha String

    As calcinhas string têm as laterais bem fininhas e a parte de trás parecida com uma tanga. Já o fio dental é o modelo que tem a parte da frente menor e a de trás apenas uma tira de tecido, deixando a mulher supersexy.

Guia de Lingerie

Conjuntos de Lingerie

Os conjuntos são peças de calcinha e sutiã, ou de calcinha e espartilho que forem feitas para serem usadas juntas. A composição de tecidos e detalhes faz com que os conjuntos de lingerie sejam perfeitos para o uso, já que evitam que você se preocupe em fazer uma combinação sem errar.

Dicas de Combinação

As calcinhas não precisam ser iguais aos sutiãs sempre. Você pode criar combinações para compor o seu próprio estilo. Use uma peça toda estampada, como de animal print, por exemplo, combinada a uma peça lisa, de uma cor só.
Se o seu sutiã ou sua calcinha possui algum detalhe em uma cor diferente, você pode repetir esse elemento na outra peça. Por exemplo, se seu sutiã é azul e tem um detalhe em rosa, você pode usar uma calcinha toda rosa combinada ao sutiã. O que você deve se lembrar sempre é de repetir algum elemento de uma das peças, assim você cria uma harmonia na sua composição sem precisar usar conjuntos de peças iguais.

Guia de Lingerie
Guia de Lingerie

Cuidados com as Peças

Lavar a sua lingerie é um processo que pede cuidado, já que eles são confeccionados em tecidos delicados. Em primeiro lugar, você deve separar as peças coloridas das brancas na hora da lavagem, pois elas podem ficar manchadas ao se misturarem.
Para lavar suas calcinhas e sutiãs, evite usar água quente, ou lavá-las no banho, a temperatura da água influencia na lavagem e pode danificar a sua peça. Use água em temperatura ambiente e procure mergulhar as peças em um recipiente.
A escolha do sabão também é um fator importante. Você pode procurar produtos específicos para peças íntimas que estão disponíveis no mercado, ou, se não encontrar, pode utilizar sabão neutro para a lavagem. Evite alvejantes, pois eles são agressivos na lavagem do tecido e podem danificá-lo ou deixar um aspecto desbotado à peça.
Depois de lavadas, é hora de secar. Pendure as peças em um varal e evite que elas fiquem expostas diretamente ao sol, pois o calor danifica a peça. Essa dica também vale para a secadora de roupas ou até para quem tenta secar peças com o ferro de passar. Fazer isso prejudica o tecido e faz com que suas peças durem menos tempo.

Como guardar sua Lingerie

Outro cuidado para que a sua lingerie dure mais é guardá-las da maneira correta. Para armazenar calcinhas basta dobrá-las e, se possível, disponibilizar uma gaveta do seu armário só para esses itens, assim você evita que outros tipos de tecido danifiquem essas peças.
Já para armazenar os sutiãs, o trabalho é um pouco maior. As peças que não possuem bojo podem ser dobradas e guardadas em uma gaveta, mas os sutiãs com bojo pedem um cuidado especial. O ideal é que você nunca dobre essas peças e coloque uma atrás da outra formando uma “fila” de sutiãs. Nada de colocar outras peças por cima dos sutiãs, ou ainda apertá-las dentro da gaveta. Qualquer descuido como esse pode deixar um bojo diferente do outro e isso faz toda a diferença na hora que você for usá-lo.

Guia de Lingerie

Mais Vendidos

 
 
 
Newsletter
CADASTRE-SE E RECEBA OFERTAS EXCLUSIVAS: