Guia de Calcinhas

Calcinhas

Ela faz toda a diferença num look íntimo e trabalha o charme, a sensualidade, combina com o sutiã ou se destaca e vira o centro das atenções. A calcinha é uma peça que acompanha as mulheres no dia a dia ou nos momentos especiais, por isso mais do que achar estampas bonitas, é preciso pensar em seu conforto, objetivo e qualidade. Existem diversas opções e modelos, com peças trabalhadas ou lisas, com cores, tamanhos e cortes diferentes que ajudam a delinear o corpo, se ajustam melhor às roupas, se adequam aos diferentes estilos e ajudam a compor aquele look supersexy para a mulher ficar ainda mais poderosa.

Tipos de Calcinhas

Das mais larguinhas ao fio dental, mais cavadas, menores, ajustáveis ou especialmente escolhidas para serem mostradas, há uma diversidade grande de modelos para cada mulher escolher aquela que melhor atende às suas necessidades e objetivos.

  • Calcinha Biquíni

    Guia de Calcinhas

    Biquíni: os tecidos são variados e a peça é bastante democrática, por isso é um dos modelos mais usados no mundo. Seu corte proporciona conforto e se ajusta bem aos diversos formatos corporais, sendo bastante usada para o dia a dia devido às laterais mais larguinhas e o corte que acompanha a linha da virilha.

  • Calcinha Tanga

    Guia de Calcinhas

    Tanga: o modelo é bastante querido entre as mulheres, principalmente as brasileiras, pois apresenta um corte mais cavado, valorizando o bumbum e valorizando as curvas, porém não possui laterais muito finas, o que torna o modelo bastante confortável e com caimento perfeito aos tipos de corpo.

  • Calcinha Fio Dental

    Guia de Calcinhas

    Fio Dental: um dos modelos mais atrelados à sensualidade e geralmente é a opção para aquela produção sexy. Mas o modelo também é perfeito para usar com vestidos e saias, pois evita marcar por baixo da roupa. Há variedade de cortes, podendo ter a frente mais cavada ou mais larguinha, além das laterais que podem ser mais finas, elásticas ou trabalhadas com strass, por exemplo.

  • Calcinha Caleçon

    Guia de Calcinhas

    Caleçon: o modelo veio para provar que dá para apostar em um look muito sexy com peças maiores e mais largas. O corte é mais retangular e as laterais são bem largas, contornando os quadris. O modelo ajuda a delinear as curvas e a cintura, sendo superconfortável e charmoso.

  • Calcinha Strappy

    Guia de Calcinhas

    Strappy: o modelo possui, geralmente lateral com duas ou mais tirar ou fios, pode ser de diversos tecidos e com diversos tamanhos, e traz sensualidade e sofisticação ao look. Ela pode ter lateral mais larga ou mais fina, ser mais cavada ou mais larguinha, sem deixar de deixar o visual sofisticado.

  • Calcinha Boxer

    Guia de Calcinhas

    Boxer: para as mulheres que amam conforto e comodidade, o modelo ainda dá um toque despojado e sexy. Bastante ajustada ao corpo, mas sem comprimir ou marcar a pele, a calcinha boxer é ideal para tornar os movimentos confortáveis, aliando tecidos maleáveis com laterais largas, inspiradas nas boxers masculinas.

  • Calcinha String

    Guia de Calcinhas

    String: o grande charme da peça está nas laterais que são mais finas e mais trabalhadas, podendo ter fitas ajustáveis. O modelo fica no meio termo em relação ao corte, sendo bem próximo ao da tanga e, por isso, muito confortável também. O corte ressalta as curvas e ajuda a delinear o corpo, podendo ser mais colada à pele dependendo do tecido.

  • Calcinha Cintura Alta

    Guia de Calcinhas

    Cintura Alta: o modelo cobre o bumbum e sustenta o abdome, sendo ideal para usar com roupas mais justas. A calcinha ajuda a comprimir os culotes e a barriga, delineando bem a silhueta e dando mais conforto e perfeito ajuste corporal.

  • Calcinha Sem Costura

    Guia de Calcinhas

    Sem Costura: o modelo é ótimo para usar com vestidos ou saias pois seu acabamento é feito com corte a laser, resultando em peças superajustadas ao corpo e quase imperceptíveis. Além de muito confortáveis, os tecidos são levinhos e maleáveis, dando total liberdade à mulher.

  • Calcinha Calçola

    Guia de Calcinhas

    Calçola: o modelo é bastante confortável e lembra aqueles cortes mais antigos das calcinhas, pois possui cintura alta, cobre todo o bumbum e possui o corte bem rente à linha da virilha. Diferente da cintura alta, o modelo não é compressor, sendo produzido com tecidos mais maleáveis e soltinhos.

  • Calcinha Asa Delta

    Guia de Calcinhas

    Asa Delta: o modelo possui um corte bastante especial, com a frente mais cavada. Apesar das laterais largas e o bumbum mais coberto, a peça é extremamente sensual e é inspirada nos anos 70, época que fez muito sucesso.

 
 

Tipos de Tecidos

Mais ajustado, maleável, confortável ou trabalhado. Não importa o estilo, os tecidos são sempre essenciais na hora de escolher a peça, já que são responsáveis por grande parte do conforto da peça. Para escolher o melhor modelo para cada corpo, é necessário identificar o objetivo, o estilo da mulher e achar aquela peça que se ajuste ao corpo de modo delicado e confortável.

  • Microfibra

    Guia de Calcinhas

    Microfibra: a microfibra é um tecido bastante maleável e leve, com fibras macias e que não marcam o corpo. Além de se ajustar perfeitamente ao corpo, o tecido permite a ventilação e respiração da pele, favorecendo a transpiração e a saúde da região íntima.

  • Elastano

    Guia de Calcinhas

    Elastano: o elastano é um tecido sintético extremamente confortável, leve e ajustável ao corpo. Com fibras mais maleáveis, a calcinha fica bem modelada ao corpo, mas sem causar compressões. É ideal para usar com calças ou saias justas, pois a peça não marca a roupa nem possui tecido espesso, capaz de machucar a pele.

  • Algodão

    Guia de Calcinhas

    Algodão: o tecido é ideal para quem preza pelo conforto, pois além da maleabilidade da peça, o algodão permite a respiração e transpiração da pele, não fica completamente rente à pele e não comprime a região. O tecido é bastante usado na produção de calcinhas devido ao conforto que proporciona.

  • Modal

    Guia de Calcinhas

    Modal: tecido de alta tecnologia e superconfortável, pois oferece um toque macio à pele e traz benefícios como absorção da transpiração e ventilação adequada à região íntima. A qualidade do tecido resulta em peças bastante duradouras e com maior resistência da cor e das estruturas das fibras mesmo depois de muitas lavagens.

  • Seda

    Guia de Calcinhas

    Seda: a seda é um tecido vindo de materiais naturais e favorece a respiração e transpiração da pele. Seu toque é bastante delicado e macio, sendo suave com a pele. A seda é bastante leve, mostrando-se um tecido mais frio e suave, sendo extremamente confortável para dormir ou para usar em ocasiões especiais.

  • Renda

    Guia de Calcinhas

    Renda: a renda é um tecido bastante trabalhado e indicado para ocasiões especiais. As calcinhas trabalham detalhes e acabamentos delicados, dando bastante charme à peça. Por possuir fibras mais finas e delicadas, a peça demanda alguns cuidados na lavagem e armazenagem.

  • Lycra

    Guia de Calcinhas

    Lycra: a lycra é um tecido bastante maleável e possui grande capacidade elástica, resultando em peças confortáveis e mais ajustadas ao corpo. Ideal para quem busca conforto, comodidade e movimentação, além de ser uma fibra muito resistente, favorecendo a durabilidade da peça.

  • Cotton

    Guia de Calcinhas

    Cotton: o cotton é um tecido produzido com fibras de algodão e elastano, o que resulta numa peça confortável, leve e macia. A utilização do algodão oferece maciez e conforto à peça, unida ao elastano que promove uma calcinha mais ajustada e elástica.

  • Tule

    Guia de Calcinhas

    Tule: o tule é um tecido da família da renda, sendo bastante leve e com estruturas mais armadas. Geralmente é utilizado em partes da calcinha para dar detalhamento ou compor as estampas, dando transparências à peça.

  • Viscolycra

    Guia de Calcinhas

    Viscolycra: o tecido é composto de fibras trançadas de viscose e elastano, resultando em uma peça com elasticidade e bastante flexível, com caimento leve e toque suave. A calcinha em viscolycra é muito confortável e marca pouco, sendo ótima para usar com roupas mais justas.

 
 

Calcinha certa para cada tipo de corpo

Ressaltar as curvas, valorizas a cintura, comprimir as gordurinhas ou o culote, levantar o bumbum ou ajudar a delinear o quadril, são aspectos importantes na escolha do modelo da calcinha. Cada mulher possui características, estilos e proporções diferentes e o lingerie deve ajudar a valorizar o corpo e o bem-estar. Seja para o dia a dia ou para momentos especiais, escolher a peça que dê mais autoestima e mais conforto é essencial para tornar todos os momentos especiais.

  • Ampulheta

    Guia de Calcinhas

    Ampulheta: esse tipo de corpo apresenta ombros e quadris alinhados, com cintura bem delineada e uma silhueta bastante harmônica. As calcinhas com cós alto ficam muito charmosas, pois destacam a cintura e valorizam o quadril. Os modelos com laterais mais largas e monocromáticos também ficam incríveis e valorizam as curvas, sem deixar a região dos quadris carregada.

  • Retângulo

    Guia de Calcinhas

    Retângulo: ombros, quadris e cintura seguem um alinhamento e têm medidas aproximadas. A ideia do lingerie é criar uma silhueta mais marcada e curvilínea. A calcinha pode abusar dos detalhes, como rendas, fitas e estampas. Tanto os modelos tanga ou string oferecem um caimento incrível e valorizam o contorno corporal.

  • Oval

    Guia de Calcinhas

    Oval: esse tipo de corpo possui a cintura mais arredondada e, geralmente, seios mais volumosos. A calcinha deve auxiliar no delineamento da cintura, disfarçando a barriga e afinando a silhueta. As calcinhas com laterais mais largas são ideias, pois evitam marcas ou sobressaltar os culotes. Modelos como cintura alta ajudam a desenhar e alongar a silhueta e, aliadas às estampas e cores equilibradas, dão mais atenção à região da virilha. Para quem possui bumbum pequeno, o ideal são aquelas peças que cobrem a região, podendo trabalhar com cortes cavados, pois dão a sensação de aumentar o volume da região.

  • Pêra

    Guia de Calcinhas

    Pêra: o formato pera é aquele em que ombros e a parte superior são bem mais finos que a região abaixo da cintura. A ideia da calcinha é se adequar aos quadris sem ressaltar a região, por isso peças menos trabalhadas e com laterais mais largas são ideais. Modelos como a tanga e a asa delta caem muito bem e dão bastante conforto sem perderem o charme. As laterais mais larguinhas auxiliam quem tem bumbum grande também, deixando o corpo mais delineando e reduzindo o volume da região.

  • Triângulo invertido

    Guia de Calcinhas

    Triângulo invertido: quadril menor e mais fino que a linha entre ombros e costas. A calcinha deve ressaltar e valorizar o quadril, destacando e dando mais volume à região. Esse tipo de corpo pode abusar dos detalhes e investir na diversidade de modelos, com alças mais finas ou mais largas. O fio dental ou string, por serem peças menores, devem trabalhar mais cores e detalhes, chamando atenção para a região e valorizando o quadril. Para quem tem bumbum pequeno, a tanga e os modelos mais cavados na parte de trás também são uma ótima opção, além de serem bastante confortáveis.

Calcinha certa para cada tipo de roupa

Um look incrível é composto também pela escolha da roupa íntima. A calcinha certa ajuda a dar mais segurança, mobilidade e conforto à mulher, por isso escolher a peça mais adequada a cada tipo de roupa é essencial. Além do conforto, a peça certa evita marcar a roupa, ajuda a delinear a silhueta e a reduzir os culotes.

  • Transparentes

    Guia de Calcinhas

    Roupas Transparentes: as peças com corte a laser, ou sem costura, com tecidos finos e delicados, bastante ajustados ao corpo, são as mais indicadas. As cores mais próximas à pele são indicadas para tornar o look uniforme. Os modelos em viscolycra ou elastano são ideais.

  • Justas

    Guia de Calcinhas

    Roupas justas: quanto mais lisas forem as peças, melhor será o resultado. Peças justas ressaltam volumes de laços ou babados, por isso aposte naquele modelo mais basiquinho. As calcinhas sem costura ou de cintura alta são ideias, pois não marcam e ajudam a comprimir culotes, delineando melhor a silhueta.

  • Brancas

    Guia de Calcinhas

    Roupas Brancas: o principal é quanto a cor, que deve ser a mais próxima possível do tom da pele. É importante também evitar modelos que apertem e ressaltem os culotes, além de peças muito trabalhadas com rendas ou laços. O fio dental e as tangas são boas opções por serem modelos menores.

  • Legging

    Guia de Calcinhas

    Legging: a legging é bastante justa e possui tecidos que são facilmente marcados, por isso a escolha da peça deve ser pensada entre as calcinhas compressoras, que ajudam a delinear o corpo e evitar culotes, ou modelos fio dental, que possuem pouca cobertura e ficam imperceptíveis sob a roupa.

 
 

Como lavar e guardar calcinhas

Guia de Calcinhas

Achar aquela peça maravilhosa e confortável nem sempre é tarefa fácil. É preciso conhecer o seu corpo e adequar a escolha ao tipo de roupa e ocasião. Mas além de acertar no modelo, é preciso cuidado para preservar a calcinha e a sua saúde. Os cuidados com a lavagem e a forma de guardá-las faz toda a diferença na durabilidade da peça, deixando elas bem conservadas por muito mais tempo.

Para lavar, o ideal é separar as peças de outras roupas, com sabão líquido ou produtos de ph neutro. Por ser uma peça íntima, o cuidado com a escolha dos higienizadores é bastante grande, por isso nada de amaciantes ou produtos com perfume. Abuse do enxague e deixe a peça secar em local bem ventilado e fresco, longe de poeiras e sujeiras. Na hora de guardar, separe um local só para as calcinhas, sem misturar com sutiãs ou outras roupas. O ideal é armazená-las em saquinhos ou sacolas especiais para calcinhas, produzidos geralmente em TNT, pois assim as peças ficam mais protegidas de bactérias e fungos.

Dicas e Combinações

Para montar um look incrível basta investir na criatividade e ousadia de misturar peças. As calcinhas são peças versáteis e que resultam em conjuntos maravilhosos quando combinadas com o sutiã certo. Aposte em combinações de cores e estampas para dar mais harmonia e equilíbrio ao look. Mas se a ideia for atrair os olhares para os quadris ou bumbum, invista em sutiãs mais sóbrios e menos detalhados, com calcinhas mais chamativas, cores fortes e acabamentos especiais. Para uma produção bem especial, dá para misturar o fio dental com boddys e corpetes, já os caleçons ficam extremamente poderosos com tomara que caia ou sutiãs meia taça, que valorizam o busto.
Mas nem só para ocasiões especiais são pensadas as calcinhas, escolher o modelo certo para o dia a dia garante mais conforto e comodidade. As peças boxer podem ser ótimas opções para dormir e praticar atividades físicas, já que o tecido é extremamente maleável e ajustado ao corpo. E para ter mais segurança com o absorvente, evitando vazamentos, é indispensável uma calcinha adequada. Apesar de existirem absorventes ajustáveis às calcinhas mais cavadas, o modelo tanga ainda é bastante eficaz, oferecendo espessura adequada para fixar as abas do absorvente e dando uniformidade em todo o forro da peça. Peças com maior compressão ou com tecidos mais densos também são superindicadas, pois evitam que a calcinha fique muito solta e dão melhor sensação de conforto e higiene.

Guia de Calcinhas

Como comprar calcinhas

Guia de Calcinhas

Na hora de escolher a calcinha, é importante alinhar conforto, estilo e bem-estar. Mais do que uma peça supermacia e bem ajustada ao corpo, o modelo deve prezar pelo conforto da mulher, deixando você mais segura e poderosa. O modelo certo deve valorizar o seu corpo e se adequar à situação, por isso os detalhes e tecidos vão depender do objetivo. Dos looks mais sexys e poderosos, aos mais básicos ou neutros, a calcinha é aquela peça que faz toda a diferença na produção e a peça correta deixa a mulher mais autoconfiante e satisfeita.

Mais Vendidos

 
 
 
Newsletter
CADASTRE-SE E RECEBA OFERTAS EXCLUSIVAS: